Parvi - Corretora de Seguros

26 de Junho de 2012 | 08h37

Saiba como fazer um seguro para seu celular

O Estado de São Paulo

Ficar sem celular é sempre desagradável, seja por perda, roubo ou acidente. Quando se trata de um smartphone, o pesadelo parece ser maior ainda. Embora muita gente não saiba, é possível fazer seguro para aparelhos celulares. Algumas operadoras oferecem esse serviço, além das próprias seguradoras.

Em pesquisa realizada pela empresa norte-americana Lookout, se todos os celulares roubados ou perdidos nos Estados Unidos em 2012 não forem recuperados, o prejuízo para os consumidores pode atingir até US$30 bilhões. Já a IBM apontou que quatro entre dez empresas querem estender seus sistemas de controle e segurança para os smartphones de seus funcionários. Para muitas delas, a perda ou roubo de um aparelho oferece risco maior do que ataques de malware.

O setor de seguros para celulares é algo novo, mas que tem crescido. E não à toa: o número de celulares no País já passa de 250 milhões. Só em maio, foram adicionadas 1,97 milhão de linhas novas.

Na tentativa de abocanhar esse mercado crescente, surgem iniciativas como a de Daniel Hatkoff, sócio-diretor da Pitzi. A startup, fundada em 2011, é uma espécie de clube, no qual os usuários “inscrevem” seus celulares em até 30 dias após a compra. Assim, com o pagamento de uma taxa mensal que varia conforme o aparelho (de R$ 5 a R$ 15, com exceção do iPhone 4S, que varia de R$ 20 a 25), o cliente recebe assistência no caso de acidentes em um prazo de até cinco dias.
“Já tem mais celulares do que pessoas no Brasil, e o setor ainda está crescendo e se transformando”, diz Daniel Hatkoff, sócio-diretor da empresa. “O poder de cada geração de celulares está aumentando bastante, então o tempo de troca de um celular para um novo está encurtando, e esses aparelhos poderosos estão virando cada vez mais centrais nas nossas vidas. Resolvemos criar a Pitzi para ter certeza de que todo o mundo sempre teria seu celular funcionando ao seu lado”, diz.

Veja a seguir algumas opções de seguro para aparelhos:

• Operadoras

Vivo

Possui o Vivo Proteção Celular, valido para todos os tipos de aparelho, que oferece cobertura contra roubo e furto mediante arrombamento. O seguro é vendido separadamente dos planos. Ao adquirir o serviço, os clientes concorrem a sorteios mensais no valor de R$ 10 mil. Os clientes pré-pago tem o benefício de reverter o valor do seguro em bônus para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana. O custo mensal varia conforme o valor do aparelho:

* Modem – até R$ 250,00: R$ 3,99
* Faixa 1 – até R$ 250,00: R$ 6,49
* Faixa 2 – de R$ 251,00 até R$ 500,00: R$ 8,99
* Faixa 3 – de R$ 501,00 até R$ 1000,00: R$ 11,99
* Faixa 4 – de R$ 1.001,00 até 2.500,00: R$ 18,49

Tim

Possui o programa Celular Protegido, que garante a reposição do aparelho por um modelo igual ou similar em caso de roubo ou furto mediante arrombamento. Está disponível para clientes de planos pré e pós-pagos, com idade entre 18 e 65 anos, que adquirirem um aparelho novo nas lojas elegíveis. O cliente que possuir um aparelho com até 3 meses a partir da data de emissão da nota fiscal de compra também poderá adquirir o serviço. O seguro é válido para todos os aparelhos comercializados pela TIM, exceto minimodem, tablets e aparelhos fixos. Após a adesão ao seguro, os clientes participam de um sorteio mensal no valor de R$10 mil. O custo mensal varia conforme o valor do aparelho:

* Até R$ 199,99: R$ 6,49
* De R$ 200, 00 e R$ 599,99: R$ 8,99
* De 600,00 a R$ 999,99: R$ 11,49
* R$ 1.000,00 a R$ 2.500: R$ 18,49

Nextel

A empresa não oferece seguros no caso de compra de celulares, apenas para os clientes que fazem parte do Programa de Locação de Aparelhos, que têm direito a assistência técnica (gratuita) e reposição em caso de roubo, furto ou dano total (uma reposição disponível em um período de 12 meses). O cliente paga uma parcela inicial para uso do equipamento, que varia de acordo com o modelo do aparelho escolhido, e depois uma taxa mensal de R$ 14,00 de manutenção.

As operadoras Claro e Oi não oferecem esse serviço.

• Seguradoras

Pitzi

Os clientes têm 30 dias para inscrever seus celulares no site após a data de compra. Mediante uma mensalidade que varia conforme o aparelho, o usuário tem disponível assistência técnica em caso de acidentes com o aparelho, que deverá ser consertado em um prazo de cinco dias. Em caso de acidentes com água ou problemas com a tela, que são os mais comuns, segundo o sócio-diretor Daniel Hatkoff, o cliente deverá pagar uma taxa extra de R$ 75. O clube não cobre casos de roubo ou furto.

Porto Seguro

O seguro proporciona cobertura em caso de roubo (exceto quando o documento for deixado em um veículo) ou quando o aparelho sofrer danos causados por impacto de veículos, incêndios, explosões ou vendavais. É preciso contratar uma cobertura extra em casos de danos elétricos, para obter garantia internacional ou também incorporar os acessórios ao plano. O serviço não cobre furto simples, extravio, queda ou amassamento, além de celulares com mais de três anos de fabricação.

O preço depende do valor do aparelho e da data de compra. Por exemplo: a cobertura simples (descrita acima) para um celular de R$ 1.500,00 comprado no mês passado seria de quatro parcelas de R$ 50,33, válida por um ano. Já para um aparelho de R$ 500, o valor seria de três parcelas de R$ 26,84. É possível fazer as simulações de preço no site.

outras notícias

mais notícias

CENTRAL DE ATENDIMENTO

Aracaju/SE 79 3225-8770

Manaus/AM 92 3621.4424

São Luís/MA 98 3217.2928

Campina Grande/PB 83 3310.3328

Natal/RN 84 3606.3427

Salvador/BA 71 3480.7417

João Pessoa/PB 83 3208.1580

Recife/PE 81 3447.7770